Varizes nas Pernas – Como Tratar e Acabar com as Dores

Varizes são veias inchadas e deformadas que se formam nas pernas. Veja o que é bom para tratá-las.


As varizes nas pernas afetam 70% das pessoas a partir dos 50 anos e podem causar dor e desconforto, além do problema estético que provocam. São bastante comuns em pessoas que precisam ficar várias horas em pé. As veias ressaltam sob a pele, tomando uma coloração púrpura. As veias das pernas, que reconduzem o sangue para o coração após ter irrigado os membros inferiores, possuem válvulas que impedem o retorno do sangue para os pés.

Varizes nas Pernas

varizes nas pernas


Em alguns casos, em função de problemas de postura ou predisposição genética, estas válvulas não funcionam com eficiência e provocam o empoçamento nas veias, provocando inchaço, dor, alterações na sensibilidade da pele e deformidades: os vasos deixam de ser retos e flexíveis, tornando-se saltados e tortos. Gravidez, alguns métodos anticoncepcionais e reposição hormonal (durante a menopausa ou em casos de retirada dos ovários) também podem ser a causa das varizes nas pernas.

As varizes nas pernas afetam pessoas de ambos os sexos, mas são mais comuns entre as mulheres, na proporção de um para três casos. Os hormônios femininos estão entre os responsáveis pelo enfraquecimento das paredes dos vasos sanguíneos. A idade é também um fator de risco; com o envelhecimento, o colágeno das veias se reduz e elas tendem a se dilatar com maior facilidade.

Pequenos vasinhos também podem apresentar o problema, traçando riscos finos nas pernas. A condição é idêntica, o que muda é apenas o calibre do vaso sanguíneo afetado. Em ambos os casos, os tratamentos são os mesmos.

Confira também: ESTRIAS: Melhor Tratamento, Como Acabar com as Estrias

Nas mulheres, o período menstrual provoca a piora dos sintomas. Em casos graves, ocorre dilatação tanto dos vasos superficiais quanto dos profundos; trata-se de um caso de insuficiência venosa, que causa edema nos pés, úlceras nas pernas e mudanças na pigmentação da pele. As varizes nas pernas se tornam bastante visíveis.

varizes nas pernas

O tratamento para varizes nas pernas

As varizes nas pernas podem ser observadas facilmente com o paciente em pé. O tratamento mais comum é cirúrgico. O médico faz diversas incisões, retira as veias afetadas e protege os cortes com bandagens. O procedimento é rápido e o tempo de internação é curto, mas o período de recuperação em casa pode levar algumas semanas. As veias se regeneram com facilidade.

Caso as varizes nas pernas sejam apenas superficiais – e apenas a avaliação médica pode determinar isto –, as veias podem receber drogas para que sejam necrosadas e não conduzam sangue. É necessário refazer a aplicação por duas ou três vezes. O procedimento não é recomendado para varizes mais dilatadas ou em veias mais profundas.

varizes

O que é bom para varizes nas pernas?

Fazer pequenas caminhadas diárias auxilia bastante a evitar ou amenizar as varizes nas pernas. O exercício ativa a circulação e fortalece as válvulas das veias. Manter o peso próximo ao ideal é outra medida para reduzir os riscos.

Este quadro clínico não costuma apresentar complicações. As varizes nas pernas, em casos mais graves, causam dor e inchaço e, então, alguns cuidados devem ser tomados: é preciso evitar ficar muito tempo parado em pé. Se não for possível, faça pequenos movimentos com regularidade, para ativar a circulação sanguínea.

Eleve as pernas acima do nível do coração algumas vezes por dia, para facilitar o retorno do sangue à caixa torácica. As meias elásticas, de acordo com recomendação médica, também ajudam no tratamento para varizes nas pernas. O ideal é calçá-las logo pela manhã, ao se levantar.

Em alguns casos, as varizes nas pernas podem causar flebite, a formação de coágulos nas veias. Se um fragmento de coágulo viajar pelas veias, pode atingir um pulmão, prejudicando o funcionamento do órgão. Os sintomas são inflamações e endurecimento de uma área da perna, não solucionado com a sua elevação. Trata-se de uma urgência médica.

Varizes feridas causam sangramentos intensos. Se isto ocorrer, é preciso deitar-se, elevar a perna e comprimir o ferimento com uma toalha limpa, para estancar o sangue. Em seguida, a área deve ser lavada com água e sabão e protegida com um curativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *