Dor no Joelho: Remédio e Veja Como Tratar

A dor no joelho é sinal de esforço excessivo. Mas muitas coisas são boas para impedi-las ou remediá-las.


Quase sempre, a dor no joelho é causada por uso excessivo, preparação inadequada antes das atividades físicas, falta de aquecimento ou alongamento: a dor no joelho deriva de causas simples e costuma desaparecer com repouso e autotratamento, com compressas no local e utilização de analgésicos e anti-inflamatórios, como paracetamol ou ibuprofeno. A automedicação, no entanto, deve ser evitada, para que não mascare condições mais complicadas.

O que é Bom para Dor no Joelho?

dor no joelho


Mas a dor no joelho pode indicar problemas maiores, como o excesso de peso – que provoca exigências excessivas das articulações. Além disto, outras condições determinam a sensação dolorosa. São elas:

Artrite, incluindo a artrite reumatoide, osteoartrite e gota, que ocorre quando há um acúmulo excessivo de ácido úrico no sangue. A gota aguda afeta uma articulação, como o joelho, enquanto a crônica é uma união de episódios repetidos de dores e inflamações, podendo afetar várias articulações;

Cisto de Baker, que provoca inchaço na parte posterior do joelho por causa do acumulo do líquido sinovial, fluido que lubrifica esta articulação e afeta principalmente o menisco, em função do desgaste desta articulação;

Bursite, uma inflamação decorrente da pressão no joelho. Ela pode ser provocada inclusive em pessoas que passam muito tempo ajoelhadas. As bursas são bolsas cheias de líquido localizadas entre um tendão e a pele ou entre um tendão e um osso;

Luxação da patela: é sempre decorrência de um trauma (que pode ser mínimo; uma simples torção do joelho é suficiente para tirar a patela – ou rótula, osso que se articula com o fêmur e protege a articulação anterior do joelho – do lugar).

Síndromes iliotibiais (distúrbio no quadril que se estendem até a parte anterior do joelho), tendinites, rompimentos de cartilagens, distensões e, mais raramente tumores ósseos, também são causas de dor no joelho. As dores por esforço excessivo ou falta de aquecimento normalmente desaparecem em no máximo três dias; se o desconforto permanecer, é preciso consultar um especialista.

Como Prevenir e Melhorar a Dor no Joelho

Articulações, como o próprio nome diz, são feitas para serem articuladas. Os sedentários devem dar início a atividades físicas gradualmente, aumentando a carga de exercícios lentamente. Quem precisou parar, por qualquer motivo, deve voltar a se movimentar andando, em vez de correr, por exemplo.

O aquecimento antes de se exercitar e o descanso no final dos treinamentos é fundamental. A dor de joelho recorrente pode ser evitada com o alongamento do quadríceps (conjunto de músculos que recobrem o fêmur) e os tendões das pernas.

Os calçados precisam ter o número adequado, ser bem escolhidos e substituídos com regularidade. As mulheres devem evitar, ao máximo possível, os saltos altos.

Vale lembrar que existem calçados adequados para cada atividade e também para o tipo de pisada – pronada (quando a parte de fora dos calcanhares tocam primeiramente no chão e dá início a uma rotação excessiva dos pés), supinada (o pé toca o solo com a face externa do calcanhar, que se torna a base principal da sustentação) ou normal (que se inicia com a parte externa do calcanhar e o pé rotacional levemente para dentro).

Evite o excesso de exercícios e, sempre que possível, não carregue muito peso. Se a dor no joelho se instalar, aplique compressas de gelo: na primeira hora, a cada 15 minutos; depois disto, ao menos quatro vezes ao dia. O joelho deve ser mantido elevado, para aliviar os inchaços. Ataduras elásticas também amenizam o inchaço.

Dormir de lado, com um travesseiro entre as pernas, também reduz a pressão e, consequentemente, a dor no joelho. Se houver inflamações mais limitantes, como a bursite, é preciso evitar dormir sobre o lado em que a dor está se manifestando.

Um comentário em “Dor no Joelho: Remédio e Veja Como Tratar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *