Cólicas Menstruais: Como Aliviar? Melhor Remédio para Cólicas

Algumas mulheres afirmam que todo mês “é um verdadeiro inferno”. As cólicas menstruais são “amigas” fiéis.


Graças a um mecanismo evolutivo, as mulheres estão sempre prontas para ovular e preparar-se para uma gravidez. Quando isto não ocorre, todos os preparativos são eliminados com a menstruação. O útero possui uma camada interna, o endométrio, cuja função é justamente nutrir o embrião. Quando não há concepção, o útero se contrai para expelir o tecido desnecessário, graças à liberação da prostaglandina. São estas contrações que provocam as cólicas menstruais.

As cólicas menstruais são comuns à maioria das mulheres, mas metade delas experimenta um desconforto tão grande que chega a impedir a realização das tarefas diárias, mesmo as mais simples. São dores no baixo ventre agudas e intermitentes, por vezes associadas a dores de cabeça e nas mamas, náuseas, vômitos e inchaço.


cólicas menstruais

Como Aliviar as Cólicas Menstruais

Para aliviar as cólicas menstruais, é importante evitar a automedicação. O ginecologista conhece o organismo feminino e pode indicar o melhor remédio para o período. O tratamento geralmente é feito com antiespasmódicos ou com anticoncepcionais, quando os sintomas da TPM são muito intensos.

Mas algumas providências podem ser tomadas a qualquer tempo. O simples fato de passar alguns minutos deitada de barriga para baixo já ajuda a aliviar as cólicas menstruais. Apoiar a barriga em um travesseiro potencializa o resultado.

Exercícios físicos moderados também são indicados, mas devem ser adotados de maneira regular, durante todo o mês. Alongamento, ioga, caminhada ou pedaladas são os mais indicados. Eles liberam endorfinas, substâncias relacionadas ao bem-estar, e aliviam as dores.

O pilates também oferece bons resultados: os exercícios, baseados no centro de força localizado na região abdominal, reduzem as cólicas menstruais. O controle respiratório também ajuda a reduzir a tensão muscular, que sempre agrava o desconforto.

O chá da planta conhecida como agoniada (nativa do Brasil), apresenta comprovados resultados na eliminação das cólicas menstruais. O princípio ativo está sendo estudado por diversos laboratórios farmacêuticos, mas ainda não há medicamentos alopáticos disponíveis. O chá de canela também alivia a dor.

A homeopatia oferece várias opções, mas a indicação deve contemplar as características da paciente. Lachesis, Chamomilla, Caulophyllum, Sépia e Calcárea Carbônica aliviam as tensões e as dores provocadas pelas cólicas menstruais.

A boa e velha bolsa d’água quente é, como diziam as avós, “um santo remédio” contra as cólicas menstruais. Ela alivia as tensões abdominais, relaxa a musculatura e diminui o impacto das contrações uterinas.

A medicina tradicional chinesa também tem sua contribuição para aliviar as cólicas menstruais. Uma sessão de acupuntura tem efeito analgésico e ainda ajuda a regular o ciclo menstrual. A massagem ayurvédica, realizada com a pressão em alguns pontos do púbis, trata a TPM e o desconforto do período menstrual.

Leia também: Dor de Estômago: Como Tratar com o Remédio Certo

Por fim, cuidado com a alimentação. O leite e seus derivados e os vegetais verde-escuros são ricos em cálcio; banana, beterraba, abobrinha e aveia, em magnésio; peixes de águas frias (salmão e sardinha, por exemplo) e oleaginosas, em gorduras poli-insaturadas.

Estas substâncias são anti-inflamatórios e relaxantes musculares naturais. Por outro lado, os alimentos ricos em gorduras aumentam a produção de hormônios femininos (como a prostaglandina) e devem ser evitados. Vale o mesmo para refrigerantes, chá preto e café, que são substâncias estimulantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *