Azia e Queimação no Estômago: Como Aliviar, Remédio

A azia é uma sensação dolorosa de queimação, mas com algumas dicas é possível aliviá-la.


Também chamada de pirose (do grego “pyr”, que significa fogo), a azia se instala logo abaixo do esterno, osso da parte anterior do tórax que dá sustentação às costelas e clavículas. Surge uma queimação que parece subir pelo esôfago e, em alguns casos, pode subir para o pescoço ou a garganta. Nos casos mais agudos, os pacientes podem imaginar que estão sofrendo um infarto do miocárdio.

É um problema comum a muitas pessoas e não costuma causar grandes problemas, a não ser o incômodo, que é fácil de ser eliminado. No entanto, se a azia é muito frequente, pode ser sintoma de que a pessoa está sofrendo de refluxo gastroesofágico, que é o retorno do conteúdo do estômago ao esôfago e faringe.


Azia e Queimação no Estômago

azia

O pH ácido do conteúdo estomacal provoca a sensação de queimação, ardor e mal-estar. Em alguns casos, quando ocorre refluxo da bílis, que é alcalina, surge a sensação de boca amarga. A sensação de regurgitação, que acaba não acontecendo, é outro sintoma da azia.

O refluxo ocorre porque o esôfago é dotado de uma faixa muscular – o esfíncter esofágico inferior – que se fecha após a passagem dos alimentos. Se este fechamento não é completo, no entanto, o conteúdo do estômago pode voltar parcialmente digerido.

A azia ocorre mais frequentemente em pessoas que têm hérnia de hiato, que ocorre quando parte do estômago se projeta para a cavidade torácica, o que determina o não fechamento do esfíncter. A azia incomoda especialmente durante a gravidez e quando ocorre o uso prolongado de alguns medicamentos (dopamina, remédios contra enjoo, bloqueadores para pressão arterial, sedativos, progestina – para controlar o fluxo menstrual –, antigripais, anti-inflamatórios à base de AAS, antidepressivos e alguns medicamentos para asma).

O que Causa Azia e Como Aliviar a Queimação

Com uma lista tão grande de remédios, é natural que a automedicação seja uma das causas da azia e queimação. Assim, medicamentos só devem ser tomados com orientação médica.

Comer demais, até ficar estufado, ou comer alimentos que já sabemos que não nos fazem bem também são vilões nesta história. Vale o mesmo para as refeições apressadas, fora de hora, “puladas”. O jejum é amigo da azia e queimação; portanto, é importante incluir pequenos lanches entre as refeições principais. Basta uma fruta ou um pote de iogurte.

causas da azia

Remédio Caseiro para Azia

As frutas, verduras e legumes sempre fazem bem, enquanto alimentos gordurosos e muito condimentados (especialmente com muito alho, cebola, etc.) são causadores do desconforto. O leite alivia a sensação de queimação e ardor, mas como é rico em cálcio e proteínas (substâncias que estimulam a produção de ácidos gástricos), deve ser consumido com moderação. Um copo é mais do que suficiente para aliviar a azia. Já um copo de água “lava” o estômago e acelera a digestão.

Quando a azia e a queimação estão muito fortes, o melhor a fazer é ficar em pé, para a força da gravidade atuar em benefício do organismo, empurrando os ácidos pelo trato digestório. Evitar movimentos bruscos depois de comer e tentar não se deitar também ajudam.

O cigarro precisa ser abolido e as bebidas alcoólicas devem ser ingeridas com moderação, sempre com o estômago cheio. Os refrigerantes podem ser consumidos, mas não em excesso: o gás distende a parede do estômago, causando a sensação de estufamento. E ele também estimula as secreções ácidas.

Um cafezinho após as refeições é sempre bem-vindo, mas em excesso ele provoca azia, por causa da cafeína. Vale o mesmo para os chás branco, preto e verde, que podem ser substituídos por chás de frutas, camomila ou hortelã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *