Vitamina E – Benefícios, Para que serve, Alimentos

Para que serve a vitamina E?


A vitamina E reduz a absorção de radicais livres é um dos melhores antioxidantes.

A vitamina E (tocoferol) é um antioxidante natural, sem contraindicações. É fundamental especialmente para quem pratica atividades físicas, já que o nutriente fortalece a imunidade. Trata-se de uma vitamina lipossolúvel (pode ser diluída em gorduras).


alimentos com vitamina e

A vitamina E reduz o tempo para cicatrizações de ferimentos, protege contra doenças crônicas como mal de Alzheimer, mal de Parkinson e problemas cardiovasculares, favorece a fertilidade de homens e mulheres e aumenta a longevidade, por fortalecer as membranas celulares. Para as grávidas, aparentemente o tocoferol reduz as probabilidades de aborto espontâneo (ainda não há estudos conclusivos).

Vitamina E

A vitamina E também contribui para melhorar a fixação da vitamina A no organismo. Ela está presente em vegetais verde-escuros (brócolis, couve, espinafre), nas oleaginosas (nozes, amêndoas, avelãs, castanhas) e nos óleos vegetais (amendoim, soja, canola, girassol).

A vitamina E também pode ser obtida com o consumo de alguns alimentos de origem animal, como a gordura que envolve a carne bovina, peixes, o fígado (bovino e de aves) e as gemas de ovos. O consumo diário preconizado é de 15 miligramas. A ingestão do nutriente reduz as ondas de calor na menopausa, mas é preciso ter cuidado: quase todas as fontes de vitamina E estão associadas a gorduras, o que pode significar ganho de peso.

vitamina e benefíciosNo treino

Esportistas, malhadores e mesmo atletas de fim de semana podem se beneficiar com o consumo de vitamina E. Durante a prática de exercícios físicos intensos – e também depois deles – o tocoferol ajuda a reduzir a fadiga e fortalece a função imune e reduz os danos oxidativos celulares, normalmente causados pelos radicais livres.

Além disto, a vitamina E representa um poderoso auxiliar na regeneração dos tecidos mais exigidos durante os treinos físicos, seja na malhação, seja na prática de esportes. Isto inclui pele, ossos, músculos e nervos. Para os que pegam pesado demais, o tocoferol ajuda a reduzir os sintomas de overtraining de maneira significativa.

vitamina e

Sintomas de carência de vitamina E

Com o avanço da idade, o sistema imunológico se torna menos eficiente no combate de bactérias e fungos que naturalmente colonizam o nosso organismo. As invasões por vírus também se tornam mais constantes a partir dos 40 anos.

A deficiência de vitamina E pode provocar disfunções neurológicas, miopatias e atividades anormais das plaquetas do sangue, além de insônia, aumento dos níveis de mau colesterol e até queda de cabelos. Em atletas, o nutriente previne contra o estresse oxidativo.

O excesso, no entanto, também é prejudicial: em suplementos ou na alimentação diária, a vitamina E provoca cansaço súbito, distúrbios gastrointestinais (inclusive diarreia, um meio natural do organismo de se livrar de substâncias nocivas) e está relacionada ao aumento da mortalidade. O excesso continuado do consumo está relacionado ao câncer de próstata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *