Ômega 3 – Afinal, o que é e para que serve? Confira benefícios!

Trata-se de uma família de ácidos graxos essenciais. O Ômega 3 é um excelente aliado da nossa saúde.


Os ácidos graxos são classificados em três tipos: saturados, monoinsaturados e poli-insaturados. O Ômega 3 faz parte deste último grupo. Os ácidos mais comuns e melhores para a saúde são: ALA (ácido alfalinolênico), EPA (ácido eicosapentaenoico) e DHA (ácido docosahexaenoico). Os nomes estranhos se referem à quantidade de átomos de carbono nas moléculas de Ômega 3.

Tudo sobre Ômega 3

ômega 3


Diversos estudos já atestaram muitos benefícios obtidos com a ingestão de Ômega 3. Os principais são a proteção da saúde cardiovascular (ele reduz o mau colesterol) e cerebral (melhora a memória, a concentração e o raciocínio), mas estes ácidos graxos também combatem a depressão, o diabetes e o sobrepeso ou obesidade.

Um estudo dinamarquês que envolveu 49 mil mulheres com idade média de 30 anos (elas foram acompanhadas por oito anos) demonstrou que a ausência do Ômega 3 na dieta aumentava em 50% os riscos de desenvolvimento de problemas cardíacos. Nos EUA, um grupo de 22 mil homens concluiu que os que ingeriam Ômega 3 tinham 60% menos probabilidades de sofrer um AVC ou um infarto do miocárdio.

O DHA e o EPA são encontrados peixes e outros frutos do mar, especialmente os que vivem em águas frias, como atum, bacalhau, cação, salmão e sardinha (mesmo os produtos enlatados são boas fontes de Ômega 3). O ALA tem origem vegetal (a chia e a linhaça são boas fontes: o óleo desta última semente apresenta um teor bastante elevado do ácido graxo, superando inclusive o do salmão) e pode ser convertido em DHA ou EPA.

ômega 3 alimentos

Ômega 3 com exercícios e boa alimentação

Pessoas que não tem o costume regular de comer peixes podem recorrer aos suplementos industrializados. O Ômega 3 em cápsulas, como qualquer outro produto (inclusive os naturais), não faz mágica: ele precisa estar aliado à prática de exercícios e a uma alimentação balanceada.

A quantidade diária do suplemento deve ser de 500 miligramas. Antes de comprar os comprimidos de Ômega 3, certifique-se de que eles foram produzidos com ácidos graxos de cadeia longa, mais adequados à conquista dos benefícios.

Ômega 3 engorda ou emagrece?ômega 3

Como auxiliar do emagrecimento, o Ômega 3, que é uma gordura, fortalece a produção da insulina. Com este hormônio estabilizado, torna-se mais fácil controlar o apetite, pois não ocorrem picos e quedas da insulina, responsáveis respectivamente pela saciedade e a fome.

Mas como uma gordura pode ajudar a emagrecer? Em primeiro lugar, é preciso acabar com o mito de que gordura engorda. Nosso organismo precisa de gorduras, proteínas, açúcar, vitaminas, sais minerais e outros grupos alimentares para manter a estabilidade orgânica. Não é a gordura que engorda, mas o tamanho do prato e os constantes assaltos à geladeira.

O Ômega 3 também controla os níveis de leptina, hormônio associado às moléculas de gordura presentes no organismo: quanto mais massa gorda, maior o teor do hormônio. O uso regular deste ácido graxo regula a produção de leptina e, com isto, favorece o emagrecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *